Renan acerta com Temer criação de comissão especial de obras inacabadas

Brasília - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), acertou com o presidente em exercício, Michel Temer, a criação de uma comissão especial com foco exclusivo para levantar as obras inacabadas deixadas pelo governo Dilma Rousseff.

Segundo a reportagem apurou, a criação do colegiado foi definida em conversa realizada na última segunda-feira, 20, entre os dois no Palácio do Planalto, momentos antes de ambos participarem de encontro com governadores. Na ocasião, ficou estabelecido os novos critérios para o pagamento da dívida dos Estados com a União.

A duração e o número de integrantes da comissão deverão ser anunciados por Renan, em plenário, nesta terça-feira, 21. O principal objetivo do colegiado será fazer um levantamento sobre obras de pequeno e médio porte que poderão ser concluídas até 2018, quando se encerra o mandato de Temer à frente do governo, caso o processo de impeachment seja concluído pelo afastamento definitivo da presidente Dilma Rousseff.

A previsão inicial é de que a comissão tenha duração de três a quatro meses. Além do raio X do andamento das obras, a intenção é de criar um cronograma de conclusão para aquelas que forem consideradas como prioridade.

BNDES

Em relação aos novos critérios para o pagamento da dívida acertados, Renan Calheiros tem dito a pessoas próximas que pretende encampar mudanças na proposta. A ideia é que também seja incluída a previsão de revisão das parcelas das dívidas dos Estados com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O argumento é de que muitos Estados não têm dívidas com a União, mas com o banco público de fomento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos