Diego Herculano/AFP

Violência no Rio

Manifestantes ateiam fogo a ônibus e fecham Estrada do Galeão no Rio

  • Agência O Globo/Márcio Alves

    O protesto ocorreu em represália a remoções na favela Vila Joaniza, vizinha ao local

    O protesto ocorreu em represália a remoções na favela Vila Joaniza, vizinha ao local

Manifestantes atearam fogo a um ônibus e interditaram os dois sentidos da Estrada do Galeão, na Ilha do Governador, zona norte do Rio de Janeiro, por volta das 14h30 desta terça-feira (28). Segundo as primeiras informações da Polícia Militar, o protesto ocorreu em represália às remoções na favela Vila Joaniza, no bairro. A situação é tensa no local. O trânsito está parado.

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informou que, por volta das 15h, a pista sentido Linha Vermelha, na altura da Avenida 20 de Janeiro, foi parcialmente liberada. Bombeiros estão no local para combater o incêndio.

Nas redes sociais, motoristas relataram que ouviram sons de bombas na região. Perto dali fica o Complexo de Favelas da Maré, controlado por quadrilhas do tráfico de drogas.

As remoções seriam uma ação da PM em conjunto com a Prefeitura do Rio para retirada de barricadas instaladas por criminosos, para atrapalhar as ações policiais, e de construções irregulares na favela.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos