Beto Mansur retira candidatura à presidência da Câmara e declara apoio a Rosso

Brasília - A menos de duas horas do início da sessão que irá eleger o novo presidente da Câmara, o deputado Beto Mansur (PRB-SP) anunciou a retirada de sua candidatura e declarou apoio ao nome de Rogério Rosso (PSD-DF). "Estou retirando em prol da unidade. Faço isso porque havia um número elevado de candidatos e ninguém sabe quem irá para o segundo turno", afirmou Mansur em entrevista coletiva à imprensa realizada no Salão Verde da Câmara nesta tarde.

O PRB, do qual o deputado faz parte, integra o chamado Centrão, que lançou oito nomes para disputar o comando da Casa. Essa pulverização de candidaturas deverá ajudar na campanha do principal adversário de Rosso, o deputado Marcelo Castro (PMDB-PI). Apesar de ser do PMDB, mesmo partido do presidente em exercício, Michel Temer, Castro não conta com o apoio do Palácio do Planalto. O peemedebista foi ministro da Saúde do Governo Dilma Rousseff e votou contra o impeachment da petista.

Segundo Beto Mansur, a sua decisão de retirar a candidatura não foi incentivada por integrantes do governo. "Não falei com o Temer. Não recebo ordens de ninguém. Estou no meu quinto mandato", disse.

Antes do início da sessão, previsto para as 16 horas, Rosso ainda deve conversar com outros candidatos que representam o Centrão. Entre eles, Cristiane Brasil (PTB-RJ). "Foi fundamental esse desprendimento do deputado (Beto Mansur) e de apoiar nossa candidatura. O PRB agora está todo junto conosco", afirmou Rosso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos