Suspeito de matar investigador se entrega à polícia

São Paulo - A Justiça de São Paulo decretou a prisão temporária de Edson Silva Santos, suspeito de participar da morte do policial civil Leandro de Abreu, em 9 de maio, na Casa Verde, zona norte da capital.

O suspeito, acompanhado por seu advogado, se entregou no 13º DP (Casa Verde), na tarde desta quarta-feira, 13, e foi transferido para o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

Segundo a polícia, Abreu estava saindo da garagem de casa, quando foi abordado por bandidos que tentaram roubar o seu carro. A vítima teria sido identificada como policial e levou pelo menos quatro tiros. Os criminosos também roubaram a arma dele.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos