Temer teve encontros para repassar 'medidas de segurança' para Olimpíada

Brasília - Sem conseguir realizar a reunião com o núcleo econômico, na manhã desta segunda-feira, 18, o presidente em exercício, Michel Temer, decidiu abrir espaço na sua agenda para receber informações da área de segurança do governo em relação às medidas de segurança para os Jogos Olímpicos. Mais uma vez quebrando o protocolo, Temer foi pessoalmente até o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) para conversar com o ministro Sérgio Etchegoyen sobre a revisão do protocolo de segurança após o atentado na França.

Depois do encontro com Etchegoyen, os dois juntaram-se ao ministro da Justiça, Alexandre Moraes, para um almoço no próprio Palácio do Planalto. Na conversa, ficou definido que Moraes viajará para todas as cidades que terão jogos durante a Olimpíada para fazer uma vistoria. Segundo o Planalto, a verificação in loco começará a partir desta terça-feira, 19.

Interlocutores do presidente disseram que, na conversa, foram repassadas todas as medidas já adotadas e avaliado, inclusive, o aperto nos aeroportos brasileiros, que começou nesta segunda-feira. O discurso do Planalto é que a revisão anunciada na semana passada por Etchegoyen na realidade é um "aprimoramento" e não uma mudança.

Telefone

Sem agenda específica, o presidente em exercício está telefonando para alguns ministros que estão em Brasília para convidá-los para uma conversa para "atualizar a agenda". Segundo a assessoria de Temer, o presidente está neste momento com o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, para "tomar pé da agenda" da pasta.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ainda não teria sido chamado. Mais cedo, Temer tentou agendar reunião com o núcleo econômico que acabou sendo transferida para amanhã às 11 horas. O objetivo do encontro com ministros do núcleo econômico é fechar mais agendas e medidas para serem anunciadas na tentativa de reanimar a atividade econômica. "É possível que consigam anunciar algo amanhã depois da reunião, há essa expectativa", afirmou uma fonte, ressaltando que o governo quer aproveitar "que o momento começa a ficar mais positivo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos