Acusação contra Lula se baseia só em delação de réu confesso, diz defesa

São Paulo - O escritório Teixeira e Martins Advogados, que defende o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou em nota nesta sexta-feira, 29, que o ex-chefe do Executivo ainda não recebeu a citação relativa ao processo que o tornou réu, que tramita na 10.ª Vara Federal de Brasília, mas que, quando isso ocorrer, apresentará a defesa.

O escritório afirmou que, ao fim do processo, a inocência de Lula será "certamente reconhecida". Os advogados disseram ainda que ele esclareceu ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em depoimento, que jamais interferiu ou tentou interferir em depoimentos relativos à Operação Lava Jato.

De acordo com a defesa, a acusação baseia-se, exclusivamente, em delação premiada de réu confesso e "sem credibilidade" que fez acordo com o Ministério Público Federal (MPF) para ser transferido para prisão domiciliar. "Lula não se opõe a qualquer investigação, desde que realizada com a observância do devido processo legal e das garantias fundamentais", afirmou o escritório.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos