Baixo quórum pode adiar sessão do Congresso que votaria meta fiscal de 2017

Brasília - A baixa presença de parlamentares poderá adiar a votação do projeto que altera a meta fiscal de 2017. A sessão foi aberta às 19h46, mas passados mais de meia hora ainda não se alcançou o quórum mínimo para se iniciar as votações do Congresso, que é de pelo menos 257 deputados e 41 senadores.

Há parlamentares que já abandonaram as dependências do Congresso. O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), tem feito apelo em plenário a fim de garantir a presença dos parlamentares em plenário. Renan ainda não disse até quando vai tentar levar a sessão antes de cancelá-la. Na pauta, antes de votar a meta fiscal, constam outros 19 itens: 15 vetos presidenciais e outros quatro projetos a serem votados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos