Dilma será afastada por 'gravíssimos delitos' que cometeu, diz Cássio Cunha Lima

Brasília - Em discurso durante a sessão da Comissão Especial do Impeachment que irá votar o relatório de Antonio Anastasia (PSDB-MG), favorável ao afastamento de Dilma Rousseff, o líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), afirmou que a petista sofrerá o impeachment em uma determinação do Senado que fará justiça ao País. "Dilma será afastada pelos gravíssimos delitos que cometeu", afirmou Cássio.

Para o tucano, os "crimes" foram cometidos em nome de um "projeto de poder" e configuram "a maior fraude fiscal na história do Brasil".

O senador foi o quarto a discursar na sessão desta quinta-feira. No total, 17 senadores se inscreveram para falar durante a sessão. Cada um tem até cinco minutos para discursar.

Em seguida, os senadores votarão o relatório de Anastasia por meio de painel eletrônico. Depois o texto segue para a análise do plenário do Senado. Na comissão, é esperado um placar folgado de 15 votos contra 5 em favor do impeachment da presidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos