TSE pede que tropas de segurança permaneçam no Rio até a eleição

Brasília - O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, pediu para que as tropas que já estão no Rio para reforçar a segurança durante a Olimpíada fiquem na cidade até 2 de outubro, durante a campanha eleitoral.

O pedido foi encaminhado à Presidência da República, e, segundo nota publicada no site do TSE, tem o apoio do governador do Rio em exercício, Francisco Dornelles, e do Tribunal Regional Eleitoral do Estado. A justificativa do ministro para pleito é porque há um "quadro de insegurança pública" latente no Rio.

A princípio, as tropas da Força Nacional e das Forças Armadas devem permanecer na cidade durante os jogos Olímpicos e Paraolímpicos, que terminam em 18 de setembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos