Aliados temem que Dilma tenha menos votos do que na primeira fase do impeachment

Brasília - Aliados da presidente afastada Dilma Rousseff temem que a petista tenha menos votos nesta segunda fase do impeachment no Senado, que acontece nesta terça-feira, 9. No plenário da Casa, parlamentares se mostraram pessimistas diante dos cálculos que mostram que o placar favorável à decisão de tornar Dilma ré no processo possa chegar a 60 votos.

Em maio, quando o Senado aprovou o afastamento da petista por 180 dias, foram 55 votos a favor do impeachment e 22 contra.

Nas últimas semanas, o Palácio do Planalto aumentou a ofensiva contra os senadores para conseguir uma vitória mais expressiva nesta fase e consolidar o nome de Michel Temer à frente da Presidência da República.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos