Alan Marques/Folhapress

Processo de impeachment

Senadores pró e contra impeachment elogiam postura de Lewandowski

De Brasília

  • Pedro Ladeira - 9.ago.2016/ Folhapress

    Senadores ficam ao lado do presidente do STF, Ricardo Lewandowski, durante sessão para votação do processo de impeachment de Dilma Rousseff

    Senadores ficam ao lado do presidente do STF, Ricardo Lewandowski, durante sessão para votação do processo de impeachment de Dilma Rousseff

Com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, no comando dos trabalhos, os senadores abandonaram os tradicionais debates acalorados registrados desde que o processo de impeachment de Dilma Rousseff chegou à Casa, em abril.

Nesta terça-feira (9) Lewandowski pediu que os senadores só pedissem a palavra para se pronunciar sobre questões processuais. "Tendo em conta a previsão de que esta sessão poderá tornar-se um tanto quanto longa, eu peço vênia, desde logo, para ser muito rigoroso na contagem dos prazos."

Com elegância, Lewandowski chegou a cortar o áudio de Gleisi Hoffmann (PT-PR). "Senhora senadora, eu tenho que ser muito rígido com o tempo. Peço escusas à Vossa Excelência, que esgotou com muito brilho essa questão de ordem."

O ministro - que foi indicado para o STF pelo ex-presidente Lula e deixará o comando da Corte no dia 10 de setembro, pouco depois do julgamento final do processo -, foi elogiado pelos dois lados. Arrancou até elogios do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que se disse "feliz" por ele ter antecipado o comando dos trabalhos. "O presidente Lewandowski está demonstrando a sua competência, maturidade e absoluta isenção aqui no Senado", afirmou Renan.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos