Acordo com oposição prevê votar hoje três MPs sem obstrução, diz líder do governo

Brasília - O líder do governo na Câmara dos Deputados, André Moura (PSC-SE), afirmou nesta segunda-feira, 22, que os três destaques ao projeto da renegociação da dívida dos Estados com a União só serão votados no plenário da Casa nesta terça-feira, 23, após a sessão do Congresso Nacional. A votação foi adiada para garantir que haverá quórum suficiente para concluir a votação da proposta.

Moura disse que, na sessão desta segunda-feira, serão votadas três medidas provisórias (MPs): a que destina recursos para as Olimpíadas do Rio, a que prorroga por três anos o programa Mais Médicos e a que estende os prazos para inscrição no Cadastro Ambiental Rural e adesão ao Programa de Regularização Ambiental. Segundo o líder, a oposição concordou em não obstruir a votação das MPs.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos