Em nota, bancada do PT no Senado defende proposta de Dilma por novas eleições

Brasília - Na véspera do início do julgamento do processo de impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff, a bancada do PT do Senado divulgou nesta quarta-feira, 24, uma nota pública em que contraria manifestação anterior da direção do partido e defende a proposta da petista que, caso retorne ao comando do País, defenderá a convocação de um plebiscito a fim de antecipar as eleições presidenciais.

A nota, que foi lida pela senadora e ex-ministra de Dilma, Gleisi Hoffmann (PT-PR) em plenário, destaca que os senadores petistas respeitam, porém discordam da decisão da Executiva Nacional do PT, contrária à sugestão da presidente afastada de se fazer uma consulta popular.

"Em nosso entendimento, a grave situação política do país, submetido a um golpe parlamentar que cassa o voto de 54,5 milhões de eleitores com o intuito de promover um programa político extremamente regressivo, impõe medidas corajosas que busquem promover a pacificação da nação, por meio do resgate da soberania do voto popular, fonte primeira e legítima do poder democrático", diz a manifestação de Dilma.

A bancada do PT no Senado diz que concorda com a "corajosa e democrática" decisão de Dilma, que, "pensando no bem do País, quer convocar o povo para decidir os destinos do Brasil".

Leia abaixo a íntegra:

"Nota da Bancada do PT no Senado sobre a Proposta de Plebiscito

A Bancada do PT no Senado respeita, porém discorda da decisão da Executiva Nacional do partido, a qual se posicionou contrariamente à convocação de um plebiscito para consultar a população brasileira sobre a realização antecipada de eleições e a reforma política eleitoral.

Em nosso entendimento, a grave situação política do país, submetido a um golpe parlamentar que cassa o voto de 54,5 milhões de eleitores com o intuito de promover um programa político extremamente regressivo, impõe medidas corajosas que busquem promover a pacificação da nação, por meio do resgate da soberania do voto popular, fonte primeira e legítima do poder democrático.

Assim, a bancada do PT no Senado Federal concorda com a corajosa e democrática decisão da presidenta Dilma Rousseff que, pensando no bem do Brasil, decidiu, caso seja reintegrada ao cargo do qual foi ilegitimamente afastada, convocar o povo para decidir os destinos do país.

Como a presidenta, daremos nosso apoio irrestrito à convocação de um plebiscito, com o objetivo de consultar a população sobre a realização antecipada de eleições, bem como sobre a reforma política e eleitoral, bandeira histórica do nosso partido.

A presidenta confia no povo brasileiro e na democracia. Nós também.

A democracia não é apenas o lado certo da História. A democracia é a única saída para o Brasil.

Bancada do PT no Senado"

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos