Julgamento tem prazo para começar, mas não para acabar, diz Lewandowski

Brasília - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, afirmou nesta quinta-feira, 25, que o julgamento final da presidente afastada Dilma Rousseff pelo Senado não tem prazo para acabar. A afirmação foi feita no início da primeira sessão do julgamento final do processo.

"O julgamento tem prazo para começar, mas não tem prazo para acabar. Desenvolveremos os trabalhos com toda tranquilidade, respeitando o devido processo legal, a ampla defesa e o contraditório", afirmou Lewandowski, após ser questionado pelo senador Lindbergh Farias (PT-RJ), aliado da presidente afastada.

O senador petista questionou o presidente do STF sobre rumores de que o presidente do Senado, Renan Calheiros, teria afirmado que o fim do julgamento final de Dilma poderia ser antecipado para a madrugada da próxima terça-feira, 30, como desejam os aliados do presidente em exercício Michel Temer, um dia antes da previsão de encerramento previsto para quarta-feira, 31.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos