David Miranda, companheiro de Greenwald, é candidato a vereador no Rio

No Rio

  • Divulgação

    Miranda doou R$ 223 mil à própria campanha

    Miranda doou R$ 223 mil à própria campanha

Casado com o jornalista americano Glenn Greenwald, que ajudou o ex-analista de sistemas Edward Snowden a revelar informações secretas obtidas pela Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, o jornalista e ativista David Miranda (PSOL) disputa uma vaga de vereador no Rio, onde vive com o companheiro.

Miranda doou à própria campanha R$ 223,2 mil, segundo informação parcial enviada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele informou que, em 2015, tinha patrimônio de R$ 74.825, em cotas de participação de duas empresas, uma com sede no Rio e outra nos Estados Unidos.

O candidato afirmou que o valor doado à própria campanha é originário de trabalhos feitos ao longo de 2016. "Além de minha atuação como jornalista, gerencio alguns compromissos profissionais de Glenn no Brasil. A partir desses contratos, tenho obtido meus rendimentos com os quais também financio minha campanha", disse ele.

Na campanha para uma vaga na Câmara Municipal carioca, Miranda tem apoio de personalidades americanas, como a atriz Susan Sarandon e o filósofo, cientista político e escritor Noam Chomsky, além de Edward Snowden. No Brasil, apoiam o candidato atores como Leticia Sabatella, Camila Márdila e Gregório Duvivier.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos