Governo publica no DOU veto integral a reajuste de defensores públicos

Brasília - O Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 16, divulga o veto integral a projeto de lei que tratava do subsídio do defensor-público-geral federal. Nesta quinta-feira, 15, depois de ter anunciado que o veto à matéria seria parcial, Temer recuou e decidiu rejeitar o texto integralmente.

Quando anunciou o veto parcial, no início da noite de ontem, o governo tinha aprovado reajuste de 7% em uma única parcela. A categoria reivindicava 60% de aumento em quatro parcelas.

Na justificativa para o veto integral publicada nesta sexta-feira, o Poder Executivo alega que "o projeto de lei contempla, para os anos seguintes, percentuais muito superiores aos demais reajustes praticados para o conjunto dos servidores públicos federais; ademais, situam-se em patamar acima da inflação projetada para o período, bem como abrigam regra de vinculação remuneratória, em dissonância à política de ajuste fiscal que se busca implementar".

O governo federal recebeu pareceres dos Ministérios da Fazenda e do Planejamento com argumentos contrários ao aumento, que foi aprovado no fim de agosto no Senado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos