Mantega foi conduzido à sede da PF em SP em um veículo descaracterizado

São Paulo - O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, preso temporariamente pela Polícia Federal nesta quinta-feira, 22, na 34ª fase da Lava Jato, batizada de Arquivo X, foi conduzido à sede da Polícia Federal em São Paulo, na zona oeste de São Paulo, por um veículo descaracterizado.

Jornalistas estavam concentrados, até 9h30, em frente ao condomínio onde Mantega mora, na Vila Madalena, também na zona oeste. O ex-ministro não foi visto no local. Ele teria saído antes em direção à PF, depois de se entregar à polícia, na porta do hospital Albert Einstein, onde sua esposa realiza uma cirurgia, em razão de um tratamento de câncer.

De acordo com vizinhos, pela manhã, às 5h40, três homens, que seriam agentes da PF, chegaram à residência do ex-ministro da Fazenda das gestões Lula e Dilma. Funcionários do condomínio, entretanto, afirmaram que não sabiam da presença do ex-ministro no local ou de seu deslocamento para a Polícia Federal.

Mantega chegou à sede da PF acompanhado de agentes federais. O ex-ministro deve seguir ainda hoje para Curitiba, onde estará à disposição do juiz federal Sergio Moro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos