Alberto Youssef é autorizado a ir para prisão domiciliar

São Paulo, 22/10/2016 - Dois anos e oito meses depois de ser preso na Operação Lava Jato, o doleiro Alberto Youssef, delator que apontou o envolvimento de empreiteiros e políticos no esquema de corrupção na Petrobras entre 2004 e 2014, poderá ir para casa. Ele foi autorizado pelo juiz Sérgio Moro a cumprir sua pena em regime domiciliar, mas terá de cumprir uma série de medidas.

Youssef vai sair da carceragem da PF no dia 17 de novembro - ele foi condenado em vários processos, mas pelos termos do acordo de colaboração recebeu pena máxima de três anos em regime fechado. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos