Alunos da USP envolvidos em ranking sexual são suspensos

Franca - A Universidade de São Paulo (USP) suspendeu os alunos responsáveis pelo "ranking sexual" na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), em Piracicaba, no interior de São Paulo. O material, divulgado no ano passado, trazia uma lista que apelidava estudantes da faculdade conforme algumas de suas características, como por exemplo o tamanho das partes íntimas.

O cartaz foi colado no pátio da instituição e gerou revolta e protesto por ser ofensivo. Uma sindicância foi aberta e cinco estudantes tiveram seus nomes ligados ao caso. O resultado foi divulgado agora e, segundo a USP, rendeu "penalidade de suspensão dos alunos envolvidos".

A universidade não informou, porém, se todos os cinco foram penalizados e qual o tamanho da suspensão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos