Greca afirma que vai ‘reencantar as pessoas’ em Curitiba

Com números recordes de abstenções e votos nulos e brancos, o ex-prefeito Rafael Greca (PMN) foi eleito neste domingo (30) em Curitiba e disse que vai "reencantar as pessoas". Greca bateu o candidato do PSD, Ney Leprevost, com 53% dos votos válidos - equivalente a 461 mil votos - contra 46% (404 mil votos).

As abstenções na capital paranaense no segundo turno chegaram a 20% do eleitorado (259 mil). Foram ainda registrados 117 mil votos nulos (11,47%) e 44 mil brancos (5%).

"Nosso dever é reencantar essas pessoas órfãs das antigas bandeiras que a Lava Jato destruiu", comentou Greca, durante entrevista coletiva na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR), em referência ao PT, que fez uma votação inexpressiva na cidade. Curitiba abriga a força-tarefa da operação.

Greca afirmou também que irá iniciar seu trabalho imediatamente. "Vou visitar Vossa Excelência e pedir que me deixe usar o Ippuc (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba), que me dê um escritório para começar amanhã (hoje)."

Além disso, Greca voltou a criticar as más condições da cidade. "Ontem (sábado) percorri a cidade e saí espancado pelos buracos, pois meu corpo doía muito de tantos buracos", disse.

‘Boa sorte’

Já o candidato derrotado Ney Leprevost desejou "boa sorte" a Greca e reclamou do apoio - segundo ele - da máquina pública e da campanha. "Sabemos que o vencedor terá a dificuldade grande, pois somados quem votou em mim, mais os votos nulos e abstenções são maiores do que ele teve. Além disso, nunca se viu uma campanha muito baixa, a mais baixa que tivemos, com ataques a mim e à minha família", reclamou

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos