Doria diz que aumento de salário agora não seria bom exemplo

Em São Paulo

  • MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO CONTEÚDO

    O prefeito eleito João Doria (PSDB)

    O prefeito eleito João Doria (PSDB)

O prefeito eleito João Doria (PSDB) afirmounesta sexta-feira (4) ser contra qualquer aumento de salário neste momento, seja para prefeito, vice, vereadores ou secretários. "Minha posição é contra. Não há clima, não há atmosfera para isso com o país vivendo uma gravíssima recessão econômica, ainda num período inflacionário, com 12 milhões de desempregados, sendo dois milhões desses na capital de São Paulo", disse.

Segundo o tucano, não há a menor condição de se propor aumento salarial, diante da atual circunstância. "Entendo que o governo, seja através do prefeito, do vice, dos secretários e dos próprios vereadores, em nome do poder legislativo, devem estar concentrados em melhorar a qualidade da gestão do governo e criar oportunidades para diminuir o desemprego e as aflições da população, principalmente a mais pobre e mais necessitada da cidade", afirmou.

Doria não deixou claro se pedirá ao prefeito Fernando Haddad (PT) para vetar o aumento salarial dos vereadores - o petista já afirmou que não permitirá o reajuste para Doria e seu vice, Bruno Covas (PSDB). "Não seria um bom recado apoiar aumento de salário neste momento, especialmente de secretário, vereadores, vice e do próprio prefeito", concluiu o tucano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos