Estudantes ocupam prédios da Unifesp em Guarulhos e Santos

São Paulo - Estudantes da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) ocuparam dois prédios de aulas da graduação nos câmpus de Guarulhos e Santos. Eles protestam contra a reforma do ensino médio e a PEC do Teto (PEC nº 241, na Câmara Federal, PEC nº 55, no Senado Federal), propostas do governo Michel Temer (PMDB).

Os prédios foram ocupados na quinta-feira, 3, à noite após assembleias simultâneas nos dois câmpus. Em nota, a reitoria da universidade informou que apenas as aulas de graduação foram afetadas. As atividades de pesquisa, aulas de pós-graduação e atividades de estágio continuam ocorrendo normalmente.

"Nossa pauta é nacional, porque essas duas propostas do governo Temer nos afetam. A reforma do ensino médio, por exemplo, por afetar diretamente as aulas que muitos de nós daríamos após nos formar. Já a PEC, prevê ainda mais cortes para as universidades federais e já sofremos com a falta de recursos. Lutamos pela educação pública de qualidade no País", disse Maria Clara Ferreira, aluna do curso de Ciências Sociais.

Segundo o último levantamento da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), 170 universidades em todo o País estavam ocupadas na sexta-feira, 4, contra as duas propostas e o projeto Escola sem Partido.

Em nota, a reitoria da Unifesp informou que está aberta ao diálogo e "acompanhando permanentemente" a ocupação. "Mas a reivindicação dos alunos é contra a PEC 55 e a MP 746 (reforma do ensino médio). Portanto, as reivindicações se dirigem ao governo federal e não à reitoria", disse em nota.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos