'Palhaço sinistro' acusado de assassinar a própria avó é preso na Central

Um homem vestido de palhaço foi preso no Terminal Rodoviário Procópio Ferreira, na Central do Brasil, sob a acusação de ter assassinado a própria avó, informou a Operação Centro Presente, iniciativa privada de patrulhamento financiada por empresários que atua no Centro do Rio.

Régis de Azevedo, de 33 anos, foi detido depois que uma equipe que patrulhava o local percebeu que o suspeito, fantasiado, mudou de trajeto ao ver os agentes. Eles checaram sua identidade e constataram que havia um mandado de prisão contra ele, por homicídio. Régis foi conduzido à 5ª Delegacia de Polícia (Mem de Sá).

Não foi esclarecido o motivo de Regis usar uma fantasia de palhaço quando foi preso. A prisão aconteceu na noite de domingo. Recentemente, uma onda de boatos envolvendo os "creepy clowns", palhaços sinistros, que cometeriam crimes, espalhou-se pela na Europa e EUA. Também chegou ao Brasil, via redes sociais.

A Centro Presente é parte da Operação Segurança Presente, iniciada em dezembro de 2015 no Méier (zona norte), na Lagoa Rodrigo de Freitas e no Parque do Flamengo (zona sul). Em 2016, chegou ao Centro. É resultado de uma parceria entre Estado, prefeitura e Fecomércio e utiliza policiais de folga e aposentados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos