Semeghini: Posição de Doria é não aumentar salário de prefeito e secretários

São Paulo - O futuro secretário de Governo da gestão de João Doria (PSDB), Júlio Semeghini, reforçou que o tucano defende o não aumento dos salários de prefeito e secretários na Prefeitura de São Paulo. No caso dos vereadores, Semeghini afirmou que isso cabe ao Legislativo discutir.

Sobre aumento para setores do funcionalismo, o futuro secretário reforçou que reajustes já negociadas e que vierem a ser negociados ainda pelo atual prefeito, Fernando Haddad (PT), serão mantido. Novos reajustes, a partir do ano que vem, terão de ser avaliados, afirmou.

"O que está no orçamento vai ser respeitado, para novas categorias não tem nenhuma previsão. Vai depender do que estiver acontecendo no momento em que for discutido", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos