Cabral deixa residência no Leblon e é levado para a sede da PF no Rio

Rio - O ex-governador do Rio Sérgio Cabral, preso no início da manhã desta quinta-feira, 17, pela Polícia Federal (PF) na nova fase da Lava Jato, deixou por volta das 7h o prédio onde mora no Leblon, bairro da zona sul da capital fluminense, e segue para a sede da PF no Rio.

Cabral é investigado em duas operações - a Lava Jato e outra que tem como foco esquema de corrupção envolvendo a construtora Delta, do empresário Fernando Cavendish. Delatores citaram o nome de Cabral e o relacionaram a recebimento de propinas milionárias.

A PF batizou a operação de Calicute. O prejuízo estimado é superior a R$ 220 milhões. A apuração em curso identificou fortes indícios de cartelização de grandes obras executadas com recursos federais mediante o pagamento de propinas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos