PMDB virá a fazer parte da base de nossa gestão na Câmara, diz Doria

São Paulo - Após se reunir com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, na sede da entidade, o prefeito eleito João Doria (PSDB) reforçou nesta quinta-feira, 17, a aproximação com o PMDB, partido de Skaf e que lançou a senadora Marta Suplicy para concorrer à Prefeitura da capital paulista.

Doria disse que o PMDB vai fazer parte da base aliada na Câmara e ainda citou Skaf como "potencial candidato para o futuro". "Olhando para a política, o Paulo Skaf, como um filiado do PMDB, um potencial candidato para o futuro, as nossas relações são muito boas e produtivas no plano pessoal, empresarial e político", disse Doria, ao ser perguntado se a aproximação levaria o PSDB a apoiar Skaf em uma eventual candidatura ao governo do Estado, em 2018.

O prefeito eleito afirmou que o apoio do PMDB à sua gestão foi ratificado em conversas com o presidente Michel Temer, com o deputado federal Baleia Rossi (PMDB-SP) e com o presidente municipal do PMDB em São Paulo, José Yunes.

Skaf afirmou que não conversou sobre política com Doria no encontro desta quinta-feira e que 2018 vai ser discutido a partir do ano que vem. "No próximo ano, se eu sentir que o Brasil novamente encontrou esse caminho (de recuperação econômica), talvez eu vá conversar sobre 2018", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos