Começa reunião da comissão que analisa as medidas de combate à corrupção

Brasília, 22 - Começou na tarde desta terça-feira, 22, a sessão da comissão especial da Câmara destinada a votar o parecer final do relator Onyx Lorenzoni (DEM-RS) sobre o pacote das medidas de combate à corrupção. O coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, acompanha a sessão.

Embora tenha apresentado um novo texto ontem à noite, o relator recebeu mais seis sugestões de alterações no conteúdo. Todas as propostas foram apresentadas por bancadas, mas ainda não foram divulgadas.

Minutos antes do início da sessão, o deputado Marcelo Aro (PHS-MG) avisou Deltan que havia o risco do relatório de Onyx ser derrotado nesta tarde. Aro alertou que seria necessário apresentar um parecer vencedor.

O colegiado também sofreu novas mudanças entre ontem e hoje. Ao total, dois parlamentares que não participavam da comissão entraram na condição de suplentes.

Na bancada do PSDB, Pedro Cunha Lima (PB) deixou a suplência e em seu lugar assumiu Rogério Marinho (RN). No PRB, Marcelo Squassoni (SP) deu lugar a Celso Russomanno (SP). No PT, houve uma inversão de postos: o suplente Paulo Teixeira (SP) virou titular no lugar de José Guimarães (CE), que foi para a suplência. Só na semana passada, outras 10 mudanças - entre titulares e suplentes - já tinham sido realizadas.

Antes do início da sessão, o presidente da comissão, Joaquim Passarinho (PSD-PA), disse contar com a aprovação do relatório hoje. "Pelas conversas, acho que deve votar hoje", declarou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos