Reforma do ensino médio deve ser aprovada com folga na Câmara na 4º, diz ministro

São Paulo - O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse na manhã desta sexta-feira, 2, que acredita que a proposta de reforma do ensino médio, aprovada em comissão mista do Congresso nesta semana, deverá ser aprovada "com folga" no plenário da Câmara, em votação esperada por ele para quarta-feira da semana que vem, dia 7.

"Essa maioria reflete uma demanda de parte significativa de parte da sociedade. Nós encomendamos uma pesquisa com o Ibope que mostrou que 72% da população é a favor da reforma", afirmou o ministro, de passagem por São Paulo para participar de ações em escolas públicas para dar início a nova campanha de combate ao mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya.

O parecer do senador Pedro Chaves (PSC-GO) sobre a reforma do ensino médio foi aprovado pela comissão mista formada por deputados e senadores que analisaram a matéria. O texto foi validado com placar de 16 a 5. O parecer, que altera a medida provisória (MP) original, estabelece que, a cada ano, 60% da carga horária seja destinada à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e 40% aos itinerários formativos.

Na avaliação do ministro, a polêmica que se criou no período em que a proposta foi anunciada perdeu força. "A reforma começou a ser assimilada, começamos a desmistificar coisas que haviam sido propagadas em cima de fatos não verídicos", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos