Trump ironiza reação a telefonema de presidente de Taiwan

São Paulo - O presidente eleito dos Estados Unidos Donald Trump usou sua conta no Twitter para comentar sobre a conversa que teve por telefone com a presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen. Ontem, os dois líderes tiveram o que se acredita ter sido o primeiro diálogo entre um presidente eleito americano e um líder taiwanês em décadas.

"A presidente de Taiwan ME LIGOU hoje para me dar parabéns por ter vencido as eleições. Obrigado!", escreveu Trump.

O magnata aproveitou, ainda, para ironizar a reação que a conversa causou no ambiente político. "É interessante como os EUA vendem a Taiwan bilhões de dólares em equipamentos militares, mas eu não deveria aceitar um telefonema de 'parabéns'".

A ligação tomou conta das manchetes dos principais jornais norte-americanos deste sábado, com o The New York Times e o Wall Street Journal considerando a conversa como um afronta às relações comerciais com a China. O país se esforça há tempos para barrar relações diplomáticas entre os EUA e o Estado insular, que é considerado por Pequim território chinês.

O ministro das relações exteriores da China, Wang Yi, numa tentativa de diminuir a importância do contato entre os dois líderes, disse neste sábado que a ligação foi "apenas um truque de Taiwan" e não muda em nada as políticas dos EUA em relação ao seu país.

"A política de uma China única é o pilar de um desenvolvimento saudável das relações China-EUA e nós esperamos que essa base política não será danificada", teria dito Yi a uma televisão de Hong Kong. (Flavia Alemi, com informações da Dow Jones Newswires - flavia.alemi@estadao.com)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos