Protestos que começaram pela manhã terminam com apoio a Moro

São Paulo - Protestos que começaram na manhã deste domingo terminaram com manifestações de apoio ao juiz Sérgio Moro, que julga investigados sem foro privilegiado na Operação Lava Jato.

Em Bauru (SP), cerca de 1,5 mil pessoas, segundo a Polícia Militar, se concentraram na Avenida Getúlio Vargas e saíram em caminhada em direção à Praça Portugal, onde o protesto terminou. Os organizadores falam em 3 mil pessoas. Um caminhão de som tinha faixas de apoio ao juiz Sérgio Moro.

Em São José do Rio Preto (SP), foram 5 mil pessoas, segundo a PM - os organizadores estimaram em 7 mil. A manifestação, organizada pelos movimentos Vem Pra Rua e Cidadania Brasil, atraiu também promotores públicos, em frente ao Mercado Municipal, no centro da cidade. O grupo se deslocou até a sede da Prefeitura, onde o protesto foi encerrado.

Em Jundiaí (SP), cerca de 2 mil pessoas, segundo os organizadores, se reuniram na Avenida Nove de Julho. Ao meio-dia, os manifestantes iniciaram uma marcha pela região central. A PM não calculou o público.

Em Presidente Prudente, oeste paulista, o protesto levou 250 pessoas à rua, segundo a PM, e cerca de 800 segundo os manifestantes. Juízes e promotores acompanharam a manifestação.

Capitais

Em Belo Horizonte (MG), viaturas da PM foram colocadas no portão principal do Palácio da Liberdade, a antiga sede do governo do Estado, ainda utilizada pelos governadores mesmo depois da construção da Cidade Administrativa. O Palácio da Liberdade fica em frente à praça onde está ocorrendo a manifestação.

O chefe da comunicação da PM de Minas, capitão Santiago, no entanto, afirma que o procedimento é normal e que não há esquema de segurança diferenciado pelo fato de o protesto envolver o governador. "O que temos é o Comando de Policiamento Especializado pronto para entrar em ação caso haja problemas com a ordem pública", disse. O comando envolve, por exemplo, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e o policiamento por helicóptero.

Em Salvador (BA), o baiano também se vestiu de verde e amarelo e foi à rua neste domingo. Os manifestantes se reúnem desde as 10h30 no Farol da Barra. Um dos organizadores do evento, o Movimento Vem pra Rua, cobra também a saída de Renan Calheiros da presidência do Senado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos