Florianópolis decreta emergência após ciclone com ventos de até 118 km/h

Florianópolis - A prefeitura de Florianópolis decretou situação de emergência por causa dos estragos provocados pela passagem do ciclone subtropical na madrugada deste domingo, 4. Os ventos alcançaram até 118 km/h.

Após deslizamentos de terra, 35 famílias foram desalojadas pela Defesa Civil. No bairro Carianos, próximo ao Aeroporto Internacional Hercílio Luz, um homem teve ferimentos leves com a queda de um poste.

Árvores e postes caíram em diversos pontos da cidade, prejudicando o fornecimento de energia - 260 mil pessoas ficaram no escuro. As Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), empresa responsável pelo serviço, informaram que até a próxima quarta-feira, 7, o atendimento será normalizado. Nesta segunda-feira, 5, 40 mil unidades consumidoras ainda estão sem luz.

Parte do Estádio da Ressacada, do Avaí, teve o teto arrancado. Na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a cobertura do ginásio de esportes foi danificada, e um toldo no Centro Socioeconômico ficou retorcido. Mais de 100 residências foram afetadas pelo vendaval.

O levantamento do prejuízo ainda não foi concluído pela Defesa Civil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos