Após pedido de prisão, mulher de Cabral se apresenta à Justiça Federal do Rio

Rio, 06 - Após ter a prisão preventiva decretada na tarde desta terça-feira, 6, Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do Rio Sérgio Cabral Filho, se apresentou com seus advogados à 7ª Vara Federal Criminal, localizada na avenida Venezuela, no centro do Rio. Mais cedo, agentes da Polícia Federal foram às ruas cumprir a determinação do juiz Marcelo da Costa Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal.

Os policiais foram ao apartamento do ex-governador, no Leblon, zona sul do Rio. Além da prisão, cumpriram busca e apreensão de joias, pedras preciosas, objetos de arte e dinheiro em espécie com valor igual ou superior a R$ 30 mil ou US$ 10 mil que não tenha prova de sua origem.

Também foram rastreados documentos, mídias e outras provas relacionadas aos crimes de corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e documental e organização criminosa.

O juiz aceitou hoje denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra Cabral, sua mulher e mais 11 pessoas por integrarem suposto esquema que envolvia pagamento de propinas para realização de obras públicas no Rio e ocultação dos valores. O esquema é investigado na Operação Calicute, desdobramento da Lava Jato. Cabral e outros denunciados já estão presos desde o último dia 17 de novembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos