PT Não fechou posição sobre suspender votação da PEC do Teto, diz líder

Brasília - O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), afirmou na manhã desta terça-feira, 6, em entrevista ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, que não há nenhuma posição fechada na bancada para suspender a votação da PEC do Teto dos Gastos, prevista para ocorrer em segundo turno na próxima terça-feira (13) no plenário da Casa.

Há o receio de governistas de que, com o afastamento de Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado, determinado liminarmente nesta segunda-feira, 5, pelo ministro do STF Marco Aurélio Mello, o petista Jorge Viana (AC), que assume o comando da Casa, pudesse "travar" toda a pauta de votações do plenário - em especial a PEC do Teto.

"Não fechamos nenhuma posição sobre isso não", disse Humberto Costa, sobre a suspensão das votações. Os petistas do Senado já fecharam questão contra a PEC do Teto.

O líder do PT, que esteve nesta segunda com Renan e conversou com Jorge Viana, afirmou que a intenção é aguardar os desdobramentos da decisão do STF para definir uma posição sobre as votações do Senado. Para o petista, essa seria a ação mais "prudente" a ser feita.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos