TJ de São Paulo nega liberdade para advogados do PCC

São Paulo - A 11ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou nesta quarta-feira, 7, 11 habeas corpus que pediam a liberdade de alguns advogados presos na Operação Ethos, desencadeada em parceria pela Polícia Civil e Ministério Público, em novembro. Na ocasião, 33 advogados foram presos por ligação com o Primeiro Comando da Capital (PCC). Todos estão com prisão preventiva decretada. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos