Após PEC do Teto, Senado aprova aumento de salário para defensores

Em Brasília

  • Alan Marques/Folhapress

    Senador Romero Jucá, relator do texto aprovado com reajuste

    Senador Romero Jucá, relator do texto aprovado com reajuste

No mesmo dia da aprovação da PEC do Teto, terça-feira (13), o Senado aprovou aumento de salário para os funcionários da Defensoria Pública da União. O texto, de relatoria do senador Romero Jucá (PMDB-RR), ainda terá que ser analisado pela Câmara. A proposta fixa os vencimentos do defensor público-geral federal em R$ 33.763,00 a partir de 1º de janeiro. O valor terá efeito cascata nos demais cargos. No parecer, Jucá não diz qual será o impacto do reajuste no Orçamento.

O peemedebista destacou a importância do trabalho dos defensores públicos e disse que o aumento inicial pretendido pela categoria era justo, porém não era viável para o momento econômico do país. A Defensoria pedia que o teto fosse fixado em R$ 35.919,05. A expectativa é que o projeto seja votado ainda nesta quarta-feira (14) na Câmara e sancionado pela Presidência da República até o final do ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos