Taxistas fazem protesto contra Uber na frente da casa de Rodrigo Maia no Rio

Rio de Janeiro - Um grupo de taxistas realizou um protesto na madrugada desta quarta-feira, 14, em frente ao prédio onde mora o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em São Conrado, zona sul do Rio. Eles soltaram fogos de artifício, gritaram palavras de ordem e cantaram o Hino Nacional. O objetivo era pressionar o parlamentar pela aprovação do projeto de lei que proíbe o Uber no País.

Na terça-feira, 13, Maia decidiu enviar para uma comissão especial a proposta que dá exclusividade aos taxistas no transporte de passageiros em todo o Brasil. O colegiado só começará a funcionar em 2017 e terá até o dia 30 de março para apresentar relatório.

Parlamentares chegaram a fazer pressão pela análise do requerimento de urgência para incluir a proposta na pauta do plenário, mas não houve acordo. O clima de confronto na Câmara impediu a votação da proposta.

"A gente dá uma resposta à sociedade, deixando claro o prazo de trabalho da comissão. Assim, nenhum taxista vai sair achando que vota este ano e há tempo para uma comissão formal apresentar um relatório. A partir daí, vai a voto", argumentou Maia, na ocasião.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos