Papa destaca 'permanente atenção pelos mais desfavorecidos' por d. Paulo

Cidade do Vaticano - O papa Francisco lamentou nesta quinta-feira, 15, a morte de d. Paulo Evaristo Arns ontem. Em mensagem divulgada pelo Vaticano, o pontífice disse que recebeu com grande pesar a notícia do falecimento, ocorrido na quarta-feira, 14, em São Paulo, e destacou o trabalho de d. Paulo Evaristo em favor dos mais pobres.

"(D. Paulo Evaristo Arns) se revelou autêntica testemunha do Evangelho no meio do seu povo a todos apontando a senda da verdade na caridade e do seu serviço à comunidade em permanente atenção pelos mais desfavorecidos", escreveu o papa.

Papa Francisco afirmou que agradeceu a Deus por ter dado à Igreja Católica "tão generoso pastor". "Elevo fervorosas preces para que Deus acolha na sua felicidade eterna este seu servo bom e fiel enquanto envio a essa comunidade arquidiocesana que chora perda do seu amado pastor e à Igreja do Brasil que nele teve um seguro ponto de referência."

Já o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, prestou condolências e disse que d. Paulo Evaristo manteve alto "o farol da fé nos caminhos dos homens". "Ao recordar os valiosos serviços por ele prestados à Igreja inteira com grande solução pastoral, a minha admiração e fraterna estima tornam-se oração que se une à vossa pelo falecido cardeal invocando junto do divino mestre o prêmio reservado aos seus discípulos fiéis", escreveu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos