Topo

Vale: acordo permite que Samarco use cava de Timbopeba para depósito de rejeitos

2016-12-20T21:00:00

20/12/2016 21h00

São Paulo - A Vale informou nesta terça-feira, 20, que celebrou um acordo não vinculante com a BHP Billiton Brasil e a Samarco para que esta última utilize a cava de Timbopeba, em Minas Gerais, para depósito de rejeitos, quando a Samarco voltar a operar.

Em compensação pela operação, a Samarco forneceria à Vale uma quantidade de minério não processado por um determinado período.

Em comunicado, a Vale afirma que um acordo definitivo depende do sucesso da negociação entre as partes, da due dilligence a ser realizada e das aprovações governamentais necessárias, que a mineradora espera que aconteça em 2017.

A Vale esclarece que após a obtenção das licenças ambientais, a Samarco deve utilizar a cava de Alegria Sul para depositar rejeitos pro um período de doía a três anos. O uso da cava de Timbopeba permitirá à Samarco operar a vários anos, sem a necessidade de uma nova estrutura de barragens, afirma a Vale.