Grupo de cerca de 30 pessoas protesta contra Temer e Alckmin em Mogi das Cruzes

São Paulo - Enquanto o presidente Michel Temer e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), participavam da cerimônia de entrega de unidades habitacionais dos programas Minha Casa Minha Vida e Casa Paulista, em Mogi das Cruzes, nesta quarta-feira, 21, do lado de fora um grupo de cerca de 30 pessoas protestava contra a presença dos dois mandatários.

Portando cartazes, os manifestantes gritavam palavras de ordem com dizeres "Fora Temer e fora ladrões de merendas", numa referencia ao escândalo das merendas de escolas estaduais no Estado de São Paulo.

No espaço em que ocorria o evento era só trocas de afagos. O prefeito de Mogi das Cruzes, Marco Aurélio Bertaiolli (PSD), dizia do simbolismo da presença de Temer na cidade, o primeiro presidente a cumprir uma agenda oficial no município depois de 50 anos, quando o então presidente Castello Branco esteve na cidade.

Os manifestantes foram confinados pela polícia e pela segurança do evento em uma área distante do local onde as autoridades não podiam ouvir os protestos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos