Uso de armas apreendidas gera economia à polícia, diz ministro da Justiça

São Paulo - O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, disse que o decreto publicado nesta quinta-feira, 22, que autoriza o uso de armas apreendidas por órgãos de segurança representará uma grande economia aos cofres públicos. Como exemplo, ele citou que somente com 873 fuzis apreendidos neste ano as forças de segurança vão poupar R$ 30 milhões, caso tivessem que comprar esses equipamentos.

Após participar de cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, Moraes informou que os armamentos apreendidos com bandidos serão distribuídos até janeiro. A prioridade será dada às polícias que fizeram a apreensão do equipamento. O ministro afirmou que apenas armamento em boas condições de uso será utilizado pelas forças policiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos