Governo de Minas Gerais gasta R$ 50,8 milhões com helicópteros

Brasília - O governo de Minas gastará ao menos R$ 50,8 milhões com a compra de helicópteros. As despesas estão previstas em dois processos de compra, que preveem a entrega de quatro aeronaves. O governador de Minas, Fernando Pimentel (PT), decretou estado de calamidade financeira no Estado, que vem atrasando os salários do funcionalismo público. No fim de semana, ele se envolveu numa polêmica ao buscar o filho de helicóptero em um condomínio às margens do lago de Furnas, após o Réveillon.

Pimentel sustentou, em nota, que o uso da aeronave é legal. Ele citou decreto de 2005, que prevê a utilização para "fins de qualquer natureza". A oposição no Estado enviou ontem uma representação contra o governador à Procuradoria-Geral da República, alegando suposta irregularidade no caso.

Em nota, o governo sustentou que as novas aeronaves não serão usadas por Pimentel em caráter particular, mas em operações de salvamento e em resgates. Dois helicópteros estão sendo adquiridos pelo Gabinete Militar do governador, ao custo de R$ 21,8 milhões, com verba do BNDES, conforme noticiou o jornal O Estado de S. Paulo nesta quarta-feira, 4. No comunicado, o governo disse que outros dois modelos, orçados em R$ 29 milhões, serão comprados pelo Corpo de Bombeiros, com recursos do Fundo Estadual de Saúde. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos