Cetesb diz não haver impacto significativo após acidente da Vale Fertilizantes

São Paulo - A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) afirmou nesta terça-feira, 10, que apesar de alterações na concentração de nitrogênio amoniacal no Rio Mogi, não foi registrada até o momento mortandade de peixes e nem impacto ambiental significativo. A companhia realizou análises da qualidade da água, no trecho sob influência dos afluentes da indústria Vale Fertilizantes, em Cubatão, no litoral sul paulista.

Na última quinta-feira, 5, um incêndio, que teve início em uma das correias que alimentam o galpão de nitrato de amônio, isolou a área e interditou a Rodovia Cônego Domênico Rangoni, nos dois sentidos. As chamas provocaram a emissão de grande quantidade de fumaça e uma nuvem de poeira amarela que pôde ser vista em todo o município. As análises de laboratório da Cetesb investigam qual foi a influência ou impacto das águas residuais utilizadas no combate às chamas na unidade de Nitrato de Amônio da empresa.

A Cetesb disse ainda que não registrou reclamações da vizinhança reportando alterações em vegetação e que dará continuidade ao monitoramento. "Serão feitas novas coletas de água no local, para verificar se, passados mais de quatro dias do acidente, essa concentração já se diluiu no manancial, afirmou a companhia em nota divulgada pela assessoria de imprensa.

Na sexta-feira, 6, o Ministério Público Federal em Santos (SP) determinou a instauração de um inquérito para investigar o acidente e o vazamento de produtos químicos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos