Incêndio causado por curto-circuito destrói alojamento de UPPS no Rio

Rio - Um incêndio atingiu um conjunto de alojamentos usados por policiais militares que atuam em Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) da região da Penha, na zona norte do Rio, por volta das 18h desta quarta-feira, 11. Segundo o comando das UPPs, o fogo foi causado por um curto-circuito no aparelho de ar condicionado instalado nos alojamentos.

De acordo com o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, ninguém ficou ferido. O alojamento, que atendia policiais das UPPs Fé/Sereno, Vila Cruzeiro e Chatuba, ficou praticamente destruído.

Granada

Pela manhã, criminosos em confronto com policiais da UPP Vila Cruzeiro lançaram uma granada, que explodiu e feriu três PMs. Um deles também foi atingido por um tiro de fuzil e está em estado grave, segundo a polícia. Os outros dois foram atingidos por estilhaços na perna e na mão direitas, respectivamente.

Durante o confronto, criminosos incendiaram pneus para servir como barricadas e dificultar o deslocamento dos policiais pelas vielas da favela. Até a noite de ontem não havia registro de presos por conta desse confronto em que foi usada a granada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos