Investigado, petista desiste de estatal em Minas

Belo Horizonte, MG - Investigado pela Polícia Federal, o ex-prefeito de Luminárias Arthur Maia Amaral (PT) desistiu de assumir a presidência da Fundação Ezequiel Dias, estatal fabricante de medicamentos do governo de Minas. Após o jornal O Estado de S. Paulo mostrar que o petista responde a inquérito sobre venda de remédios adquiridos pelo município na farmácia que mantém na cidade, ele divulgou nota ontem na qual afirma que solicitou a suspensão de sua nomeação até o arquivamento do caso. Arthur governou Luminárias por dois mandatos e deixou o cargo no dia 31 de dezembro.

Na nota, Amaral diz que as acusações são "infundadas, desprovidas de quaisquer provas e, consequentemente, sem condenação".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos