Novo secretário nacional de juventude nega acusações do MP

São Paulo - O novo secretário nacional de juventude, Francisco de Assis Costa Filho, assumiu o cargo nesta segunda-feira, 16, e negou as acusações do Ministério Público em processo por improbidade administrativa na cidade de Pio XII, no Maranhão. A Justiça entendeu que cerca de R$ 2,5 milhões haviam sido desviados do município para pagamento de funcionários fantasmas e, por isso, bloqueou bens de Assis Filho.

O novo secretário substitui Bruno Moreira Santos, conhecido como Bruno Júlio, exonerado na semana passada após declarar à imprensa que "tinha que ter uma chacina por semana" nos presídios brasileiros. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos