Polícia investiga se chacina no RN tem relação com guerra entre facções

Natal - Uma chacina registrada na cidade de Ceará-Mirim, na Grande Natal, pode ter relação com a briga entre as facções organizadas que realizaram a rebelião na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no sábado, 14.

Quatro homens tiveram a casa invadida e foram mortos, de acordo com a polícia.

O tenente Faustino Júnior, do 11º Batalhão da Polícia Militar, informou que vizinhos das vítimas contaram à polícia que os criminosos suspeitos dos assassinatos saíram do imóvel gritando "É o PCC!".

O caso está sendo apurado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O tenente disse, ainda, que há relatos de que as vítimas estavam na residência há alguns dias, e que antes moravam nos bairros de Mãe Luíza e Felipe Camarão, nas zonas Leste e Oeste de Natal.

Ainda segundo o relato do tenente Faustino, cinco homens invadiram a casa e executaram a tiros outros quatro que estavam lá dentro. "Eles pouparam apenas as mulheres e crianças", acrescentou o oficial.

Questionado sobre quantas mulheres e crianças estavam no local no momento do crime, o tenente afirmou que ainda não dispunha dessa informação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos