Marun: Teori era uma pessoa não pirotécnica, atencioso em suas responsabilidades

Brasília, 19 - Vice-líder da bancada do PMDB na Câmara, o deputado Carlos Marun (MS), destacou nesta tarde a responsabilidade com que o ministro Teori Zavascki conduzia seus processos e o fato dele só se pronunciar nos autos. "Era uma pessoa não pirotécnica, atencioso em relação às suas responsabilidades, preferia falar nos processos e conduzia essa responsabilidade imensa que veio para seus ombros dentro da legalidade", disse o parlamentar, que é do meio jurídico.

O ministro morreu nesta tarde em um acidente aéreo no litoral de Paraty, Rio de Janeiro. "É uma perda muito grande para o Judiciário brasileiro", emendou.

Já o líder da bancada do PMDB na Casa, Baleia Rossi (SP), também lamentou a perda. "O Supremo Tribunal Federal perde um grande ministro. Um homem ponderado, correto e sereno. O País perde um grande brasileiro. Que seus familiares tenham muita força e fé neste momento difícil", declarou.

Por meio de nota, o atual líder do PCdoB na Câmara, deputado Daniel Almeida (BA), cobrou a apuração das causas do acidente. "Como todos os brasileiros, recebemos com consternação a informação da queda do avião. Prestamos solidariedade à família. É importante que se esclareçam as circunstâncias da morte do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki para que não haja suspeita", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos