Rosso: Teori era uma referência de magistrado e cidadão de conduta irreparável

Brasília - O líder do PSD na Câmara, deputado Rogério Rosso (DF), afirmou nesta quinta-feira, 19, que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, morto em acidente aéreo nesta quinta-feira, era uma referência de magistrado e cidadão de conduta irreparável. O parlamentar evitou, contudo, comentar as consequências do falecimento do ministro para a Operação Lava Jato, da qual Teori era relator na Corte.

"É com profundo pesar, tristeza e consternação que recebemos essa inimaginável notícia. O ministro Teori Zavascki era uma referência de magistrado e cidadão de conduta irreparável e que honrava a todos nós brasileiros por seus relevantes e fundamentais servidos prestados em prol da democracia, da Justiça e da Nação", afirmou, por mensagem de celular, Rosso, que é candidato a presidente da Câmara.

Para o líder do PSD, "não devemos falar" sobre as consequências da morte de Teori para a Lava Jato. "A hora é de muita tristeza e pesar", disse. Rosso evitou comentar se acredita que o avião do ministro foi alvo de sabotagem. "Um homem público da mais alta relevância para o País faleceu juntamente com outras vítimas. Caberá às autoridades competentes fazer toda a investigação das causas desse terrível acidente", declarou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos