Janeiro está entre 5 mais chuvosos em 75 anos

São Paulo - As intensas chuvas que vêm atingindo a capital paulista neste mês fazem deste o quinto janeiro mais chuvoso em 75 anos. Os dados foram divulgados na segunda-feira, 23, pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Até agora, o mês já acumula um total de 424,2 mm de precipitação, 62% superior à média de 261,1 mm registrada para o mês no período de 1943 - quando teve início a série - até 2016. O janeiro mais chuvoso registrado na história da capital foi em 2011, quando caíram 493,7 mm de chuva.

"Neste ano, a temperatura do oceano e a umidade do ar estão mais elevadas", explica o meteorologista do Inmet, Marcelo Schneider. O cenário é diferente do registrado há três anos, quando o Estado passou por uma estiagem.

Além disso, de acordo com Schneider, nos últimos dez dias o clima global ajudou no aumento das chuvas em São Paulo. "Ao redor do globo, uma área de instabilidade se desloca próximo da faixa equatorial. Quando ela se aproxima do Norte do Brasil, a umidade que está na região da Amazônia se canaliza para pontos dentro do País."

A ausência de bloqueios deixa o caminho livre para a chegada da umidade. Essa área de instabilidade, segundo o especialista, está praticamente estacionada no Estado de São Paulo, o que explicaria tantas chuvas.

Um mês, explica ele, costuma compensar o que faltou em outro. "Tivemos uma primavera relativamente seca e, até o final de dezembro, havia muito calor, mas a umidade do ar não era suficiente para provocar uma chuva generalizada."

E a previsão para os próximos dias é de mais temporais. Deve voltar a chover nesta terça-feira, 24, e na quarta-feira, 25, na capital, com precipitações concentradas no fim da tarde. Na quarta-feira, os termômetros podem subir, passando dos 30ºC.

O tempo só deve mudar a partir de fevereiro, quando a expectativa é de que as chuvas fiquem mais isoladas e os dias sejam ainda mais quentes.

Interior. O Corpo de Bombeiros de Atibaia fazia na segunda-feira, 23, buscas por um homem de 66 anos, desaparecido desde que foi arrastado por uma enxurrada, na madrugada de domingo, 22. Testemunhas viram o homem ser levado pelas águas para um córrego, quando tentava atravessar um ponto alagado. Na cidade, 70 casas foram danificadas pelas enchentes.

Em Paraibuna, a queda de uma barreira na segunda-feira, 23, interditou totalmente, por uma hora, a Rodovia dos Tamoios, principal acesso ao litoral norte. Nessa região e na Baixada Santista, a previsão para esta semana é de nebulosidade e pancadas de chuva isoladas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos