Odebrecht diz que fará 'justa reparação' ao Estado peruano

São Paulo - Em nota divulgada nesta terça-feira, 24, a Odebrecht afirmou estar fazendo tudo o que é possível para esclarecer os fatos e para que a Justiça peruana chegue a todos os envolvidos, "permitindo também o pagamento de justa reparação ao Estado".

Segundo o comunicado, a companhia assumiu o compromisso formal de cooperar, sem restrições, com as investigações, do mesmo modo que já fez no Brasil e nos Estados Unidos, países em que mantém atividades e onde já fechou acordos de leniência.

A empresa informou ainda que procura alternativas para que projetos em andamento em solo peruano sigam adiante.

"A extensa colaboração promovida demonstra o seu entendimento por uma necessária mudança de postura na relação entre entes públicos e privados", diz a nota da companhia.

Em dezembro, a Odebrecht publicou no Brasil um pedido de desculpas em que reconheceu ter participado de "práticas impróprias" e se comprometeu a combater subornos e extorsões. "Queremos mudar as práticas até então vigentes na relação público-privada, que são de conhecimento generalizado." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos